ENVELHECIMENTO DO PESCOÇO

13 Dezembro 2019
1-pescoco-colo 
 
 
Entenda como prevenir e conheça os tratamentos de rejuvenescimento
 
Um pescoço envelhecido é muito evidente: papadas, rugas e flacidez são algumas das características inestéticas. Saiba como tratar e evitar.
 
A pele do pescoço, assim como a das mãos, condena a idade de qualquer pessoa. Isso por que a pele dessa área é mais fina e delicada do que a do restante do corpo. Além disso, a área também é afetada pelo sol, poluição e ressecamento. “Muita gente esquece de cuidar do pescoço e isso faz com que haja perda de colágeno e fibras elásticas. Com isso, progressivamente, vão aparecendo linhas e gerando aquele aspecto envelhecido”, afirma a Dra. Paola Pomerantzeff, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.
 
 
 
 
 
1-capa-pescoc
 
 
 
 
 
Outro fator que tem acelerado o envelhecimento do local é o uso constante dos smartphones, que acabou o termo “tech neck”: trata-se das rugas causadas pelas horas com a cabeça baixa olhando para o telefone celular. “Essa posição prejudica a elasticidade da pele e acelera o envelhecimento da área do pescoço”, explica a dermatologista. Segundo ela, um pescoço envelhecido apresenta características bastante evidentes, como flacidez, acúmulo de linhas, presença de gordura na região da “papada”, manchas e microvasos, além da pele flácida que se torna ainda mais fina.
 
Para prevenir o envelhecimento precoce, alguns cuidados podem ser tomados. Aplicar o protetor solar diariamente é um deles: “Muita gente se esquece do pescoço na hora da fotoproteção. Esse erro faz com que os sinais de idade apareçam mais rapidamente por ali, já que um dos malefícios dos raios UV é o envelhecimento precoce. O protetor deve ser aplicado todos os dias, e o fator de proteção deve ser de, no mínimo, 30”, destaca. Outros aliados são o creme anti-idade (principalmente os que contam com ácido hialurônico), e procedimentos para reverter danos já instalados. A seguir, a Dra. Paola fala um pouco sobre cada um deles:
 
Ultrassom Microfocado: tratamento realizado uma vez ao ano para tratar a flacidez do pescoço e papada. “Não deixa ‘marcas’, pode se expor ao sol e melhora a flacidez da pele, através da produção de novas fibras de colágeno. Pode ser associado a bioestimuladores de colágeno injetáveis ou skinboosters”.
 
 
 
 
 
Captura de Tela 2019-12-13 as 13.41.03
 
 
 
 
Skinboosters: “É muito efetivo para tratar o famoso “pescoço de galinha”. Composta por ácido hialurônico não reticulado, consegue estimular a produção de colágeno e "desenrugar" a pele.”
 
Fios de PDO: Ideal para quem busca um tratamento mais leve, o procedimento é rápido e praticamente indolor. “Insere-se sob a pele uma determinada quantidade de fios de 6 a 9 centímetros, de modo que se forme uma “tela” que estimula o colágeno. Com o tempo, a pele do pescoço se torna mais lisa e fortificada”, explica a especialista.
 
Criolipólise: “É usado para o tratamento da papada no pescoço e queixo. Age resfriando a região tratada a baixas temperaturas, levando as células de gordura a morte celular, eliminando-a progressivamente ao longo de oito semanas.”
 
 
 
 
 
 

Sigam @pautadeluxo no Instagram  

Compartilhar

Posts Relacionados

Mais Recentes

siga-nos

Receba novidades e promoções por e-mail: