SEM MEDO DE DAR "TCHAU": MÉTODOS NÃO-CIRÚRGICOS ACABAM COM FLACIDEZ DOS BRAÇOS

30 Novembro 2016

300413 662281 flacidez bracos

 

Muitas mulheres evitam o tradicional tchauzinho com as mãos para não mostrar a "pele" balançando embaixo do braço. Novidades em equipamentos dermatológicos prometem enrijecer a pele dos braços em poucas sessões e com resultados incríveis!

Com o passar dos anos, certas regiões do corpo denunciam a idade que tentamos esconder. Uma dessas regiões são os braços, que são acometidos precocemente pela flacidez. "O que mais incomoda é a flacidez posterior, popularmente chamada de "tchauzinho", explica o Dr. Abdo Salomão Jr, dermatologista de Minas Gerais e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. "As alterações surgem devido à flacidez muscular e de pele", acrescenta o dermatologista Dr. Jardis Volpe, da Clínica Volpe (SP). "A cirurgia plástica na região deixa uma cicatriz muito inestética, por isso os tratamentos não-invasivos são os mais indicados para os braços’, completa o médico de São Paulo. Muitas novidades prometem dar fim ao problema:

Power Shape
Segundo o dermatologista Dr. Abdo Salomão, de Minas Gerais, o Power Shape é um inovador sistema que une ultrassom cavitacional, radiofrequência multipolar, LED vermelho e sistema pneumático de endermologia. "A grande vantagem é essa associação de tecnologias que faz o equipamento tratar a flacidez com resultados expressivos. Na primeira sessão, o paciente já é capaz de notar mudanças na pele em relação ao Skin Tightening. Em média, são seis sessões, que duram em média 30 minutos", destaca o dermatologista Dr. Abdo.

VelaShape 3
O procedimento VelaShape III chega ao mercado em sua nova versão, mais potente (150W), permitindo aquecimento mais específico e confortável. VelaShape III utiliza a tecnologia de radiofrequência bipolar. "No procedimento, as células de gordura são aquecidas a uma temperatura de 42º a 45ºC provocando apoptose (morte) dos adipócitos de forma completamente segura sem queimar a epiderme", explica a dermatologista Dra. Claudia Marçal, de Campinas. "Esse aquecimento também é responsável pela promoção de neocolagênese (novo colágeno), atuando contra a flacidez". Número de sessões: quatro sessões, uma a cada 15 dias.

Fotona
Fotona TightSculpting associa duas ponteiras e pode tratar a flacidez quando correlacionada com gordura localizada. "A primeira tem comprimento de onda de 1064nm (muito profundo) e é aplicada através de um scanner na região. Esse laser penetra profundamente até o subcutâneo, por isso consegue ter lipólise ou quebra das células de gordura - matando-as pelo aquecimento. A segunda ponteira é a chamada Erbium, no seu modo Smooth, aplicada em toda região para estimular as células a fabricarem colágeno, o que vai ajudar no remodelamento, redução de gordura e na flacidez simultaneamente", explica o dermatologista Dr. Jardis Volpe, de São Paulo. Número de sessões: entre duas e quatro sessões quinzenais.

 


Sigam @pautadeluxo no Instagram  

Compartilhar

Posts Relacionados

Mais Recentes

Instagram

siga-nos

Receba novidades e promoções por e-mail: