COM ULTRASSOM MICROFOCADO, APARELHO LEVANTA AS PÁLPEBRAS E MELHORA A QUALIDADE DO TECIDO

31 Agosto 2016

 palpepg


Comercializado pela LMG, Megafocus estimula produção de colágeno na região, além de ajudar a levantar a sobrancelha e propor uma aparência melhor ao rosto

Toda a região dos olhos, incluindo as pálpebras e sobrancelhas, tem um impacto em relação ao olhar, sobretudo, influenciando nas expressões e semblante da face de um indivíduo. "As pálpebras caídas, por exemplo, são motivos de preocupação para muitas pessoas. O enfraquecimento do tecido nessa região ocorre tanto pelo envelhecimento, quanto através de fatores como malformação dos músculos e até doenças desde diabetes, AVC ou tumor cerebral", afirma o Dr. Abdo Salomão, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. E para tratar esse caso, é possível recorrer a procedimentos sem cirurgia, como o uso laser Megafocus, da plataforma Solon, comercializado pela LMG. 

O aparelho utiliza a tecnologia de ultrassom microfocado, que atua sobre a área a ser trabalhada em duas profundidades: derme profunda (a 3 mm de profundidade) e na camada muscular - SMAS (sistema músculo aponeurótico, a 4,5 milímetros de profundidade). " O laser encurta o músculo da pálpebra que está flácido e traciona a pele para cima. Com isso, realizamos o que chamamos de ‘lift palpebral’ e enrijecemos a musculatura. Além disso, a pele sofre contração, o que propicia aumento profundo na produção de colágeno, fundamental para o rejuvenescimento", afirma. 

O Dr. Abdo ressalta que esse tipo de equipamento também ajuda a levantar a sobrancelha. "Ao ser aplicado sobre a testa, o laser age sobre o músculo flácido trazendo efeito lifting e melhora no quadro de flacidez, o que ajuda a promover mudanças estéticas nessa região, sem necessidade de realizar cirurgia", declara. O médico explica que as sobrancelhas caídas surgem juntamente com os sinais de envelhecimento da pele, ou mesmo, devido à herança genética. 
Indicações e contraindicações

O aparelho pode ser utilizado para elevar as pálpebras e sobrancelhas em pacientes, em geral, entre 40 e 55 anos, dependendo da indicação médica. O Dr. Abdo ressalta ainda que o tratamento é contraindicado para quem usa medicamentos anticoagulantes sistêmicos e pessoas com doenças vasculares hemorrágicas. De maneira geral, o Megafocus pode ser usado para diversos tratamentos contra flacidez corporal e facial. 
Sessões e dicas de manutenção

De acordo com o dermatologista, o procedimento não cirúrgico é pouco dolorido e não é preciso interromper as atividades diárias. "A ação do Megafocus é muscular, não na pele, por isso, a pessoa não precisa de repouso e pode até tomar sol no mesmo dia. A recuperação é imediata", afirma. 


O mais indicado é realizar uma sessão a cada três meses. Contudo, duas ou três sessões no total costumam ser suficientes para obter os resultados esperados. Em relação à manutenção, a dica é optar por duas sessões anuais. E para manter os bons resultados quanto ao tratamento, o especialista orienta: "usar em casa cosméticos adequados e de qualidade para o clareamento, além de produtos que estimulam colágeno e fibras elásticas". 

www.lmglasers.com.br


Sigam @pautadeluxo no Instagram  

Compartilhar

Posts Relacionados

Mais Recentes

Instagram

    0

siga-nos

Receba novidades e promoções por e-mail: