LIFTING FRONTAL

26 Setembro 2019

 

Entenda a cirurgia capaz de tratar os sinais de envelhecimento que surgem na testa

 

facelifting 

 

 
Cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance explica como é feita a cirurgia que combate rugas, flacidez e linhas de expressão no terço superior da face, tornando a pele da testa mais lisa e com uma aparência mais jovem.

 

 

 

 
Flacidez da testa

 

O lifting facial já é uma conhecida cirurgia para reverter a flacidez de grau médio ou grave que surge no rosto devido ao processo de envelhecimento. Porém, o que poucos sabem é que existem diferentes tipos de lifting facial que podem ser realizados para atender reclamações específicas do paciente, como o lifting frontal, que visa o tratamento dos sinais da idade que surgem no terço superior da face. “Também conhecido como lifting de testa, esse procedimento cirúrgico tem como objetivo suavizar rugas e linhas de expressão e diminuir a flacidez na região da testa, além de elevar a posição das sobrancelhas, conferindo assim um aspecto mais jovem ao rosto”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery).

 

Podendo ser combinado à blefaroplastia, para rejuvenescimento da região dos olhos, e também ao lifting dos terços médio e inferior da face, para tratamento global da flacidez, o lifting frontal pode ser realizado de diferentes formas dependendo do grau de flacidez da região frontal, sendo que a técnica mais adequada será escolhida pelo cirurgião levando em consideração fatores como idade e qualidade da pele. “Quando não há necessidade de retirar pele, o procedimento pode ser feito com auxílio de endoscópio, instrumentos especiais com uma câmera na ponta que são inseridos na pele através de pequenos cortes no couro cabeludo, permitindo ao cirurgião reposicionar os músculos e puxar o tecido cutâneo para corrigir rugas e vincos com uma pequena quantidade de cortes, o que resulta em cicatrizes menores e menos visíveis”, afirma a médica. Existe hoje também uma nova técnica chamada de GBL, que consiste no descolamento da pele e reposicionamento do supercílio por meio de uma cicatriz muito pequena, dispensando assim o uso de equipamentos caros como o endoscópio.

 

 
 

Lifting-frontal-26set02

 
 
 
 
Já quando há necessidade de retirada da pele, em casos de pacientes com testa alta ou flacidez excessiva na região, o procedimento é realizado através de uma incisão próxima à raiz do cabelo que se torna quase imperceptível após um tempo. “Para que o cirurgião retire o excesso de pele incisões são feitas na lateral e parte superior da testa, próximas ao couro cabeludo, ou nas dobras de pele próximas às sobrancelhas. A incisão coronal, que consiste em um corte realizado de orelha a orelha dentro do couro cabeludo, também é uma opção para pacientes com a testa mais curta. Geralmente, nesses casos, as cicatrizes são maiores, mas passam despercebidas por estarem escondidas no couro cabeludo”. Quando o paciente se incomoda apenas com a posição da sobrancelha é possível também realizar o procedimento através de tração por fios de sustentação, que levam à formação de cicatrizes ainda menores.

 

Na maior parte das vezes, o paciente já pode voltar para a casa logo após o procedimento. Porém, ele só poderá retornar as suas atividades rotineiras cerca de 10 dias depois da cirurgia, tempo necessário para que as incisões cicatrizem. “Durante esse período, é importante evitar esforço físico, não fumar, manter a cabeça elevada na hora de deitar-se, aplicar protetor solar diariamente e manter uma alimentação balanceada, evitando principalmente o excesso de sal”, recomenda a especialista. De acordo com a Dra. Beatriz Lassance, os resultados tendem a ficar visíveis após a diminuição dos hematomas e inchaços que surgem devido ao procedimento, podendo levar algumas semanas até desparecerem completamente.

 

 
 

 Lifting-frontal-26set01

 
 
 
Por fim, a médica ressalta que, apesar do lifting frontal ser capaz de reduzir significativamente os sinais da idade na região da testa, a cirurgia não para o processo de envelhecimento. “Por isso, mesmo após a recuperação completa, é importante que você mantenha hábitos saudáveis para garantir que sua pele permaneça jovem e bonita. Dessa forma, é fundamental que você pratique exercícios físicos regularmente, evite fumar e beber álcool, alimente-se bem e cuide diariamente de sua pele, com atenção especial para a fotoproteção”, finaliza.
 
Fonte: Dra. Beatriz Lassance 

 

 


Sigam @pautadeluxo no Instagram  

Compartilhar

Posts Relacionados

Mais Recentes

siga-nos

Receba novidades e promoções por e-mail: