REJUVENESCIMENTO FACIAL EM APENAS UMA SESSÃO

08 Junho 2019
 total-lift-10-maio1
 
 
 
 
 
Único tratamento rejuvenescedor que, numa única sessão, atua de uma só vez nas cinco camadas da pele facial, Total Lift combate a flacidez, rugas e o chamado "bigode chinês", em apenas uma sessão
 
Para acabar com a flacidez, rugas e o famoso bigode chinês, surge no mercado um novo protocolo para conferir firmeza, tonicidade da pele e lifting facial em apenas uma sessão. O Total Lift, da multiplataforma Solon, é o mais novo tratamento rejuvenescedor que promete revolucionar o mercado estético, uma vez que atua nas cinco camadas da pele (epiderme, derme, subcutânea, músculo e mucosa interna da boca).
 
De acordo com o dermatologista Dr. Abdo Salomão, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o processo de envelhecimento acontece em todas as camadas da pele. Por isso, para garantir um tratamento rejuvenescedor eficaz, é necessário unir tecnologias para atuar na pele como um todo. “Nesse protocolo, usamos o laser Intraoral, logo após o ultrassom microfocado DermAction, depois a radiofrequência microagulhada Eletroderme e, por fim, o laser Er:Yag Pro-Collagen”, diz o médico.
 
Com a ponteira Intraoral, o handpiece é posicionado dentro da boca, paralelo à mucosa, de forma que são feitos cerca de 100 disparos para rejuvenescer de dentro para fora. “O laser Erbium intraoral age na musculatura da face de dentro para fora. O laser eleva a temperatura do músculo em torno de 60º a 70°. As sensações produzidas pelo calor gerado são, normalmente, confortáveis para a maioria das pessoas, e controladas pelo ajuste da intensidade do equipamento”, afirma o médico.
 
Logo em seguida, o ultrassom microfocado DermAction é aplicado na superfície da pele para estimular a produção de colágeno e acabar com a flacidez facial. “Diferente de outros aparelhos, ele atinge também o músculo, enrijecendo-o e tornando-o mais firme”, explica o dermatologista Dr. Abdo Salomão. O ultrassom microfocado DermAction entrega pontos de coagulação térmica em uma série de linhas em duas profundidades: derme profunda (a 3 mm de profundidade) e na camada muscular – SMAS (sistema músculo aponeurótico, a 4,5 milímetros de profundidade). “A energia de ultrassom é focada em um ponto abaixo da superfície da pele, concentrando-se em uma área de aproximadamente de 1,5 mm cúbico por ponto. O aquecimento ocorre na derme e no sistema superficial do músculo aponeurótico (SMAS) através de pontos de coagulação. Trata-se de um tratamento cuja ação é dentro da pele”, explica. O músculo sofre uma contração imediata ao ser atingido pelos pontos de coagulação, e isso produz um efeito lifting, segundo o médico.
 
Em seguida, para tratar principalmente a textura da pele e estimular colágeno, entra em cena a radiofrequência microagulhada Eletroderme, que tem um exclusivo sistema de vácuo, que diminui a dor durante os procedimentos. “As agulhas banhadas a ouro ultrapassam a epiderme, emitindo ondas eletromagnéticas apenas nas camadas mais profundas da pele. Isso faz com que a temperatura da derme chegue até a 70ºC, estimulando a produção de colágeno e refazendo as fibras rompidas”, afirma o dermatologista. A ação do Eletroderme provoca o estímulo da regeneração celular por meio do processo de cicatrização, a proliferação de células-tronco e estímulo da síntese de elastina, da neocolagênese (produção de colágeno) e angiogênese (proliferação de vasos sanguíneos). “Esta técnica pode ter ação até a derme média e, por possuir radiofrequência, realiza pontos de coagulação de efeito térmico sem nenhuma interação com a epiderme”, acrescenta. O equipamento pode ser ajustado para atingir temperaturas de 55ºC a 100ºC.
 
Por fim, o laser Pro-Collagen age contra rugas e recupera o volume facial. “Ele age desde a camada muscular até a derme, retendo água na pele e hipertrofiando os tecidos. Dessa maneira, ele aumenta a espessura da derme, enrijece os músculos e aumenta o volume dentro das células, conferindo o aspecto volumizador”, explica o dermatologista.
 
O tratamento é indicado para peles de pacientes com idade entre 40 e 50 anos, e que sofram com flacidez ou com rugas, principalmente na região dos lábios, que chamam de ‘bigode chinês”. Não exige pré nem pós-tratamento: “E essa é a grande vantagem, além de ser superseguro, não precisa ser combinado com nenhum outro tratamento e também não precisa de mais sessões, uma vez por ano é suficiente”, explica Dr. Abdo. “O tratamento é indolor, não invasivo e não ablativo, o que faz com que a rotina diária dos pacientes não seja alterada. É um tratamento possível de ser realizado em qualquer época do ano. A sessão dura aproximadamente 45 minutos e os resultados serão visíveis ao longo de três meses”, reforça o médico.
 
www.lmglasers.com.br

Sigam @pautadeluxo no Instagram  

Compartilhar

Posts Relacionados

Mais Recentes

siga-nos

Receba novidades e promoções por e-mail: