BOTTEGA VENETA REALIZA DESFILE NA BOLSA DE VALORES DURANTE A SEMANA DE MODA DE NOVA IORQUE

12 Fevereiro 2018

 

BOTTEGA VENETA14

 

 

 
 
 
Pela primeira vez durante a semana de moda americana, a apresentação das coleções masculina e feminina também contou com um cenário de um elegante apartamento ambientado com móveis e peças de decoração da grife de luxo italiana

 

 
Na noite de sexta-feira (9/2), a Bottega Veneta apresentou sua coleção Outono / Inverno 2018 pela primeira vez durante a Semana de Moda de Nova Iorque. Este evento único na temporada aconteceu em celebração à inauguração da nova Maison, e maior flagship da marca no mundo, localizada no número 740 da Madison Avenue.

 

 
O desfile foi realizado na Bolsa de Valores (American Stock Exchange – 86 Trinity Place) e além das sofisticadas roupas e acessórios – criados pelo Dretor Criativo, Tomas Maier, e inspirados na arquitetura e no povo de Nova Iorque – também destacou móveis e itens de decoração da label, em meio a uma cenografia projetada em colaboração com o designer cênico Scott Pask.

 

Desenvolvido para se parecer com um apartamento elegante, o ambiente uniu icônicos móveis italianos do meio do século, esculturas americanas modernas e peças contemporâneas da coleção Home da Bottega Veneta, que estão disponíveis para venda na nova Maison.

 

A Bottega Veneta é a primeira marca de moda a organizar o seu desfile na American Stock Exchange.

 

 
 
 
 
BOTTEGA VENETA13

 

 

 

 
Sobre a New York Maison

 

Com cinco andares e quase 15 mil metros quadrados, esta é a maior loja Bottega Veneta no mundo, oferecendo a homens e mulheres a mais extensa variedade de roupas, bolsas, pequenos artigos de couro, malas, óculos, sapatos, relógios, fragrâncias e joias, além dos itens da linha Home de móveis e decoração.

 

Situada em um bairro histórico no Upper East Side de Nova Iorque, a Maison une três edifícios (townhouses) do século XIX que eram originalmente residências privadas. O projeto da loja equilibra a amplitude do espaço uma atmosfera intimista. Acima do piso térreo de pé-direito elevado, onde se encontram artigos de couro femininos e masculinos, são uma série de espaços discretos e dedicados. O nível do mezanino abriga um salão de sapatos femininos, bem como fragrâncias; no segundo andar uma seleção completa de ready-to-wear e acessórios femininos; e no terceiro andar o equivalente para os homens.

 
 
O quarto andar é um novo conceito denominado The Apartment, no qual a coleção Home de móveis e decoração da Bottega Veneta é exibida de forma a reproduzir um espaço de convivência. "Será como um apartamento real. Para a loja como um todo, eu procurei manter a sensação de estar em uma casa particular", diz o diretor criativo Tomas Maier. The Apartment apresentará itens exclusivos de mobiliário em materiais e combinações de cores inéditas. 

 

Como as outras duas Maisons – de Milão, inaugurada em 2013, e Beverly Hills, inaugurada em 2016 – o design da Maison de Nova Iorque foi concebido por Maier e reflete o caráter da cidade. Maier se inspirou nos icônicos arranha-céus de Manhattan. Elementos metálicos, como tetos de latão escovado e cubos de exibição de metal com acabamentos customizados, ecoam como os edifícios da cidade refletem o sol, criando um horizonte cintilante. A paleta de cores de cada andar é personalizada. O piso térreo reflete os tons de cinza e bege das ruas de Manhattan; os tons de verde no The Apartment fazem referência ao oceano que rodeia a cidade. "A loja reflete o amor e admiração que tenho por esta cidade e sua arquitetura", diz Maier.

  

A Maison é iluminada predominantemente pela luz do dia – qualidade rara nas lojas de Manhattan. Outras características notáveis do design incluem uma cortina de correntes de esferas de bronze usada em vários lugares, assentos da coleção Home ao redor do espaço e um impressionante salão de entrada que liga todos os cinco andares por uma escadaria de corrimão de pedra e lateral de vidro, que vai do térreo ao primeiro andar.
 
  
A inauguração da Maison de Nova Iorque marca uma mudança para os arredores mais elegantes da Madison Avenue, onde a marca abriu sua primeira loja fora da Itália em 1972, uma das primeiras labels italianas de luxo a fazer isso.

  

Para a ocasião, Maier também projetou uma coleção de cápsulas de 33 peças de artigos de couro para homens e mulheres, chamada "Ícones de Nova Iorque", que homenageia motivos exclusivos da cidade e será comercializada exclusivamente na Maison. "Nova Iorque é uma das poucas cidades que se conecta com o resto do mundo", diz o CEO Claus-Dietrich Lahrs. "Por esse motivo, acreditamos que é um investimento e posicionamento importante em termos de tamanho e visibilidade".

  

Num mundo cada vez mais digitalizado, a Maison de Nova Iorque oferece uma experiência inovadora e única que une uma bela arquitetura com lindos produtos e um ambiente criado para o deleite do cliente. "O processo levou muitos anos", diz Maier. "Mas eu acho que valeu a pena investir esse tempo para alcançar algo nesta escala. Esta loja é o meu presente para a nossa clientela da costa leste [dos Estados Unidos]".
 
 
 
 

 

 

Galeria de Imagens


Sigam @pautadeluxo no Instagram  

Compartilhar

Posts Relacionados

Mais Recentes

Instagram

    0

siga-nos

Receba novidades e promoções por e-mail: